segunda-feira, janeiro 31, 2011

Homenagens aos pais - Minha formatura





No início, éramos sementinhas dentro do ventre materno,

Nascemos, crescemos e aprendemos com eles,

As mais belas maravilhas da vida.

A arte da criação é louvável, é educadora,

A nossos pais devemos respeito,

Pois aqui estamos,

Esforços de uns, sofrimentos de outros,

Desejos de todos ao verem seus filhos se formarem,

Bençãos de Deus,

Quando vejo lágrimas de alegrias em seus rostos

O sacrifício não foi só meu, e sim do conjunto, FAMÍLIA,

Ainda tem aquele que tem tios, primos, avós...

Tudo lembra criação, que nos remete ao futuro,

Tudo lembra educação que nos remete a nossos filhos,

Por várias gerações.

Estou falando aqui de um agradecimento que jamais deveria ser esquecido

A meu ‘pai’ minha mãe, irmã,

Assim como das minhas colegas,

Obrigada por ter me educado e não ter desistido de mim,

Obrigada por fazer desta batalha a verdadeira conquista,

A de estarmos neste palco almejando ainda um futuro melhor

Para nossas crianças.

Pais, muito obrigada!!

Paola Vannucci

29/01/2011


OBS: Foto acima do dia da minha formatura - Pedagogia

sexta-feira, janeiro 14, 2011

Tromba d'água



Queria ter um mundo nas mãos

onde não houvessem urubus

patrocinadores da fome...


Queria partilhar das águas da pureza

mas a natureza sofre e chora;

Seu pranto, até entendo

seu clamor é vão.

E seres humanos, sabedores de si

agonizam diante do meio caos;

quem sofre, são muitos coitados, indignados com tanta tormenta;

A cada tromba d’água, levas de corpos borbulham

ao encontro de Deus.

E os políticos???

Grandes governos negligenciam moradias irregulares

para conquistar votos de necessitados;

"Covardia e enriquecimento ilícito."

Pane e desespero na falta de estrutura brasileira!

Na Austrália têm tragédias; poucos morrem,

lá, ao contrário, moradores recebem avisos pelos correios;

Aqui, avisos chegam tardios e sempre tem alguma negativa

ao antecipar ajuda.

Caos desenfreado : - Mortes injustas.

Povo da vida

Povo que luta o pão suado

Povo que se sacrifica deixando muitos órfãos

Mães que choram ao verem gerações morrerem

Bisavó perdera filha, neta, bisneta...


Terror da Natureza?

...

Resposta da Natureza moldando o que jamais era para ser mudado;

ou ainda vamos ter que aturar urubus sobre os escombros,

à procura de carne fresca?




Paola Vannucci

14/01/2011