sexta-feira, setembro 18, 2015

A ETERNA MÚSICA




A viagem musical insiste na arte que me faz pensar,
Rumos inquietos que a vida me trás.

Transbordo meu tempo nas produções das quais,
Me trazem prazer.
Amo ter que ir e vir,
Amo ter que permear cultura,
Aliar esta ao meu trabalho.
Desamo a desordem Política deste País,
Mas amo meu íntimo que pede luta.
Minha viagem é enigmática,
nem todos entendem,
Não precisam....
Nem todos sentem,
Não compreendem,
Não preciso...
Pois desta vida o que levarei?
Apenas lutas, algumas conquistas,
Quem sabe o muro,
Para um abismo saltar?
Quando na ideia de uma pobre criança, que
Fugira de tamanha insatisfação.
Quem sabe?
Não sei,
Não sabemos.
Não precisa ao menos pensar.

Precisa apenas compartilhar da canção,
Que não para de tocar, até que
Mercenários caem em si e tramam política de Base justa a 
todos!


PAOLA VANNUCCI
18/09/2015

sexta-feira, setembro 04, 2015

A Cor que Chama Sua Atenção

A imagem de uma criança corre o mundo, 
Com tristeza e lamentos, 
Mas várias imagens de várias pessoas, 'seres humanos', que 
Cortam mares e oceanos. 
E o mundo se cala, dizendo, mais um barco, 
Um naufrágio. 
Qual a cor que nos chama atenção? 
Lembrando aqui que fico triste .
Com tantas mortes desenfreadas, 
Choro calada sem me manifestar, 
Pois palavras são sumidas, 
E o calor esfria diante de tantas maldades. 
Se um povo foge de seu país é porque não há 
 Meios de sobrevivência, 
Ainda que exista uma esperança além mar,
Ainda que tenham canibais mais além dos olhos de quem viaja, 
Existe vontade de viver sem esperar a quem, 
Exite sonho, 
Existe vontade de mudar. 
....Mas... 
Nada justifica a morte de várias como : 
Crianças, velhos, jovens e adultos.
 ...Mas... 
Qual a cor da morte que mais chamou a atenção do mundo? 


PAOLA VANNUCCI 
04/09/2015