Voltando para casa



Pensei naquele caderno de anotações poéticas que tenho
Poderia dizer todos os meus sentimentos nele
Como confidencias desejadas,
Ah meu amor!
Como quero que este seja seu caderninho
Para que você possa guiar-me nos seus braços,
Levar-me onde for.
Mas tem uma coisa,
Esbarro pela vida e guardo sentimentos dentro de suas páginas,
Página nova,
Segredos novos,
Vidas sendo descobertas.
Minhas células pulsam,
Passo os minutos a pensar
Na sua doce e rouca voz,
É uma alegria e o riso evidencia meu estado.
Ternura, euforia.
Em meu caderninho existem vários segmentos;
Um deles a felicidade de ter a oportunidade de o conhecer.
Espero!
Meu coração diz:
Volte pra casa com esta certeza.

Paola Vannucci
02/12/2008

Comentários

Oi amiga! Gostei muito de "Voltando para casa".
Esse encontro consigo mesma, pulsa forte em seu coração.
Beijos, Neneca!
Ah esses nossos eternos corações apaixonado nunca param de meditar nos nossos sentimentos .
Bjo amiga gostei espero que essa volta seja real.
san
Anônimo disse…
Um tanto teen, mas tem sentimento...Paola! Precisa melhorar, mas é praticando que vem a perfeição ou quem sabe...Abraço, criança, menina!!!!!!!
Menina do Rio disse…
Te deixo um beijo, querida
Patty disse…
Oi amore, tudo bem?
Como sempre o seu espaço aqui está T-U-D-O-D-E-B-O-M!!! (rssss) Parabéns!
Tem post novo lá no VENTURAS... , depois vai lá e dê uma olhada.
Bjo
Harold disse…
Oi Paola!
Acho que todo mundo, de vez em quando, tem vontade de voltar para casa. Que bom ler o seu texto.
Beijos e saúde!!!
Harold disse…
Voltei para dizer que adoro Kate Bush. Que li o livro que inspirou esta canção. Que vi o filme também.
Beijos!
Miguel Barroso disse…
Gostei bastante.

Boas Festas!


Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

O preço da honestidade