O início da canção




A leveza da natureza
Reflete o que quero sentir.
Um homem a encontrar,
Seduzir-me por seus méritos,
Inteligência tangente,
Sussurros ardentes,
Corpos que se atraem,
Desejos construídos.
Temos nossas honras.
Anjos discutem nosso encontro.
Eles dançam o reggae do encantamento.
Meu riso já o pertence,
Meu corpo cansado se anima.
Anjos dançam e lançam magia
A Bahia se acalma, e
Todos os santos festejam ao luar,
Ecoa a sutileza numa dança febril da noite que brilha.
Ouça meu amor, sinta o que sinto.
Descubra esta canção:
Liberdade,
Envolvimento e
Sincronia
Observe:
E renda-se aos meus pés.
As rédeas são minhas.
Você só deve aceitar,
Dançar como eu.
Render-se!
A música acabou, mas,
Não para o que estamos sentindo.


Paola Vannucci
09/08/2009

Comentários

Olá amiga! Adorei seus versos sobre o "O Início da Canção".A música nos deixa mais leve para voar e sonhar. Beijos!
And. Lua disse…
GOSTOSO............. essa foi a palavra que encontrei pra definir este poema................. um encontro que transcende os desencontros do dia-a-dia................ a despeito de tudo a chama ainda está acesa..........
Anônimo disse…
A música permaneceu em nossos corações e vai repercutir em nossas vidas. Este poema é como o tilintar de taças de cristal transbordando amor. Lindo! Do seu eterno,
Wellington dos Reis.
Angel Cabeza disse…
A música acaba, e pode ser sempre a mesma, mas o que faz mesmo valer a pena são nossos sentimentos. Grande Cash!

Conheci teu blog pelo Cássio, grande amigo meu.

Abraços.

Angel Cabeza

www.angelcesar.zip.net
"o poeta disse…
Eis um poema envolvente, tal como o soar de uma bela música romântica, tal como um par que, já executando seus graciosos passos, nos impõe o atraente convite para uma dança.
Paola Vannucci, portanto, com muita competência mistura o tema do amor fazendo relação da literatura com a música, literatura com a dança...Em suma, realmente esta poesia nos remete a tais modalidades artísticas, dada a leveza com que os versos de "O início da canção" se desenrolam. Adorável leitura. Sincronia entre os mesmos, pausas bem ordenadas, ritmo...Parabéns à minha querida amiga Paola Vannucci, por quem tenho muito carinho e admiração.
Men@ disse…
Paola, estive visitando seu blog e amei seus textos, só nao encontrei
o local para me cadastrar como seu
seguidor...mas, saiba que estarei
sempre passando por aqui...hehehe
doces beijos
Men@
MeNiNoSeMJuIzO

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

A Cor que Chama Sua Atenção