domingo, abril 12, 2009

Anjos e demônios



Quero jantar anjos e demônios
Para vomitar justiça que falta no mundo.
Quero mesclar cores e produzir sons do futuro.
Cantar como nas trovas antigas e viver um grande amor.
Sou como um poeta solitário,
Triste estou.
Podaram minhas asas, preciso voar.
Quero abraçar as alturas, roubando beijos
Do grande amor que não tive.
Meu choro não é suficiente para chegar aos seus ouvidos.
Oh! Trova sofrida.
Oh! Tristão que não me permite.
Seu par é Isolda e não, eu.
Continuo jantando anjos e demônios
Para ainda buscar justiça deste mundo frio.


Paola Vannucci
12/04/2009

15 comentários:

Andrea disse...

Me identifiquei completamente com que escreu em "ANJOS E DEMÔNIOS"... cantar como nas trovas antigas... abraçar as alturas... jantar anjos e demônios... consegui colocar na escrita um sentimento tão sutil qto solitário e louco...

Leila Andrade disse...

Somos eternamente assim, Paola, peregrinando por entre anjos e demônios.
Beijão

Harold disse...

Parabéns pelo belo texto. Poesia é assim mesmo. A gente sempre procura por algo belo. Você caminha e encontra.
Também gostei do tipo de letra que você usou. lembrou as antigas máquinas de datilografar.
Quanto à canção, ouvirei novamente. Depois lhe conto sobre a emoção que ela me passou.
Beijos!!!

Harold disse...

Oi Paola!
Promessa feita, promessa cumprida. Ouvi a canção e venho dar uma opinião. Sem dúvida, é uma cnação especial. Eu não a conhecia. A melodia é valorizada pela interpretação da cantora.
Cumpri viu?
Beijos!!!!

Fabrício Brandão disse...

Belo arremate lírico, querida!
Beijos

Raphael Antunes Bastos disse...

se eu disser q me vejo nesse poema pareceria mentira,..., paola minha nobre, se superou nesse magnifico poema que me encantou, ele demonstra a solidao de um coraçao, mas é grandiosamente belo, se meus parabens bastassem lhe daria todos, rs, parabens minha querida poetisa...

Philip Rangel disse...

somos sempre assim ne...duas caras...

bjao apolinha

Anônimo disse...

HIPER__paola,

como um pêndulo, passeamos entre o bem e o mal...

nos impõem que torçamos pelo ‘bem’, mas as nossas ‘entranhas’ desejam o ‘mal’ como companhia!!!

como ir além deste maniqueísmo???

tavares

Anônimo disse...

Anjos e demônios um belo poema!
Gostode lerseuspoemas porque eles são puro e verdadeiro um grande abraço.
Celso.

Anônimo disse...

Nossa Paola! Que riqueza de sentidos, poema rico em conotação. Amei, você sempre me surpeende. Beijocas.
Jane Peralva

citadinokane disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
citadinokane disse...

Paola,
Continuo acreditando em justiça aqui e agora...
Tenho andado com anjos e demônios.
Em alguns momentos os demônios são maravilhosos, ahahaha...
Mas, espero me salvar me agarrando na asa de um anjo, pode?!
beijos e obrigado por sua luz, viu?

12:07 AM

Anônimo disse...

PARABÉNS PELO SEU BLOG, VC É FERA NA ESCCRITA. VOLTAREI EM MEU MELHOR TEMPO. POR HORA ANJOS E DEMONIOS É A MINHA FAVORITA. BJSSS E SUCESSO SEMPRE.

Anônimo disse...

PARABÉNS PELO SEU BLOG, VC É FERA NA ESCCRITA. VOLTAREI EM MEU MELHOR TEMPO. POR HORA ANJOS E DEMONIOS É A MINHA FAVORITA. BJSSS E SUCESSO SEMPRE. luiz ravel

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Parabéns amiga!
Gosto de suas poesias pelos temas e seus conteudos. Sempre dando uma sacudida na gente.
Parabéns! Beijos!