terça-feira, abril 12, 2011



Assistindo este vídeo, lembrei que que escrevi um pequeno artigo. Abraços a todos!


Palavras poucas, mas que servem para pensar!

Você já parou para pensar o porquê que todas as pessoas são fascinadas pela corrida do ouro?
Nós temos essa tendência, a ganância prejudicando até mesmo nossos familiares mais próximos....
Mas aqui vai um fato corriqueiro e engraçado....
Na minha mesa do escritório, demoro a juntar uma grande quantidade de caneta!
São canetas!
Canetas?
Sim canetas com se fossem ouro...
Como se tivesse uma pedra de diamante dos mais valiosos.
Várias pessoas frequentam meu escritório diariamente, ou seja, fico de olho no montante de canetas....
No final do dia conto quantas canetas me restaram, e sempre a soma das canetas se alteram...
Mas quando chega numa sexta-feira a noite...
Opa!
Onde foram parar todas aquelas canetas que tinha no início da semana?
Fico pensando:
- Ah! Se canetas fosse realmente ouro...
Fico imaginando que se todos os que aqui entrassem, estariam ricos com tantos furtos das ditas cujas
E ainda lhes falo:
- Por que será que todo mundo pega canetas?

Rsrs

Meus amigos pensem:
Se num simples furtar inocente de canetas, o mundo estaria bem melhor se não tivesse esse tipo de ladrõezinhos...
Já pensou que se uma criança tem esse hábito banal futuramente poderá roubar o ouro puro do amanhã....

PAOLA VANNUCCI

3 comentários:

Will Lukazi disse...

e haverá quem diga que a culpada é a caneta.

Mas pra falar a verdade quem dera se nosso maior problema fosse esse furto de caneta. O pior mesmo é aquilo que ela simboliza....

Eduardo Duda Poeta Encantador disse...

Paollaaaaaaaaaaa Eu curto o garoto Marcos Assumpção e Stella Vives, meus FlorBelas Espancas d+ os 2... Video da profesessora eu vi... Este video você ja mandou eu vi e salvei nos meus favoritos no Youtube, veja lá... Não consegui mandar mensagem no Orkut... Beijos do amigo

Eduardo Duda[:p]

Fernando Mesquita disse...

Para começar minha estréia no seu blog gostaria de parabeniza por seu trabalho que nessa semana comecei a acompanhá-la e esta sendo um prazer prestigiar um dos seus trabalhos.
A respeito do vídeo e de seu texto, digo eu que realmente e uma vergonha para nos seres humanos racionais e com um polegar opositor sermos tão mesquinhos e intransigentes como os objetos alheios, sua analogia com a corrida do ouro são extremamente relacionadas com esta natureza humana (não sei direito se posso usar tais palavras, mas não encontrei melhores) esse artigo me fez lembra como o filme Diamante de Sangue que leva em conta os pontos que você expõe de uma forma cotidiana para entendermos que existe coisas mais valiosa do que as coisas matérias como honra, honestidade e amor pelo próximo são uma das qualidades que também fazem parte da natureza humana mas no entanto não são bem desenvolvidas pelo atual sistema que rege nossas ações e nosso pensar, no entanto ainda tenho esperanças que este quadro mude de forma positiva e que nos venhamos entender o real valor da vida e das nossa pequenas ações transmitido assim duas grandezas de proporções diferenciadas por importâncias mas que no fundo revela os valores destas criaturas ditas como seres vivos.