quarta-feira, março 21, 2007

Dia Contra a Discriminação Racial


Exposição ´´Lá e Cá`` mostra mercados angolano e brasileiro
Composta por 438 fotografias a cores e a preto e branco, com tamanhos 20 por 30 a 100 por 150, a exposição ilustrou os aspectos mais pitorescos dos mercados de maior popularidade nas duas cidades, numa demonstração e apresentação da união e encontro entre as culturas dos dois povos. Foi em janeiro deste ano em Salvador Bahia.
=============================================================

Dia 21 de Março é o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial. A data foi instituída pela ONU desde 1969 para lembrar os horrorres vividos por negros durante o regime do Apartheid na África do Sul.

De acordo com a lei brasileira, racismo é um crime inafiançável. Mesmo que digam que o Brasil é um país de mistura de raças e que todas convivem em harmonia, não é bem isso que acontece na prática.

O Brasil tem uma população de afrodescendentes que ultrapassa 70 milhões de pessoas, entre negros e pardos. Eles formam um contingente enorme de pessoas que ainda sofrem com as desigualdades econômicas e sociais. Índios e indivíduos de cor, etnia, religião ou origem diferente também são minorias esquecidas e vítimas de discriminação.

Pesquisas do Núcleo de Consciência Negra da USP mostram que o salário médio do homem negro corresponde à metade do que recebe um homem branco. Para a mulher, a renda é menor ainda: 33,6% se comparada a uma branca.

A Universidade de São Paulo tem apenas 1% de negros entre seus alunos, mesmo tendo um sistema de cotas polêmico que tenta corrigir esse desequilíbrio, garantindo vagas pelo critério racial.

Dados recentes revelam que 51% dos negros declararam já ter sofrido discriminação por parte da polícia. Foi por isso que o jovem dentista Flávio Ferreira Santana, de 28 anos, morreu em 2004. Ele era negro e foi assassinado por policiais em São Paulo, após ser confundido com um assaltante. O corpo foi encontrado pela família três dias depois no IML, Instituto Médico Legal.

A irmã da vítima, Marinela Ferreira Santana esteve no programa e contou que dos 5 policiais envolvidos no assassinato de Flávio, 3 já foram julgados e condenados a 17 anos e meio de prisão, além de perderem a farda. Dois policiais envolvidos ainda estão em liberdade, estão afastados da polícia e aguardam julgamento, que ainda não tem previsão para acontecer.

Também participando do papo no Mais Você, o ator Milton Golçalves afirmou que já sofreu muitos preconceitos e discriminação. O ator chegou a tentar a carreira política, nos anos 90, quando se candidatou a governador do Estado do Rio de Janeiro. Acha que sua obrigação, como cidadão, é lutar por um Brasil melhor, começando pela educação, que segundo Milton, deve ser a base de toda sociedade. O ator tentou desmitificar a idéia de que o preconceito é coisa do passado no Brasil. Tomou como exemplo nunca ter visto um gerente de banco negro e pouco se deparar com caixas de banco negros. "Na Bahia, o Estado mais negro do país, não tem governantes negros!", enfatizou Milton.


Marinela Ferreira Sant'ana, irmã do dentista morto por policiaisFone: (11) 9653-0522


Amanhã dou meu parecer.....

8 comentários:

Papoila disse...

Olá!
Hoje é Dia Mundial da Poesia, Dia Mundial da Árvore e da Floresta, Dia Internacional Contra a Discriminação Racial e a Primavera começou aos 7 minutos de 21 de Março no hemisfério Norte…

Procuro as melhores palavras para escrever…
Apanho uma… escapa-se-me … foge…
escolho outra… nem sempre permanece...
Procuro bons sentimentos… boas sensações…
amor… paixão… segredos...
E pelo caminho vou encontrando
muito mais do que procuro...
Encontro por vezes o que não imagino…
Para atingir o que procuro
hei-de encontrar o necessário
entre as melhores palavras
para poder dizer-vos
o que vos devo…

A Papoila festeja 20000 visitas e um ano de blogosfera e tu muito contribuíste para tal. Bem-Hajas!
Beijo

Friedrich disse...

Tenho andado preguiçoso para comentar em blogs, mas hoje
., . - . - , _ , .
.) ` - . .> ' `(
/ . . . .`\ . . \ Vim te oferecer uma rosa
|. . . . . |. . .|
. \ . . . ./ . ./
.. `=(\ /.=` toda perfumada
.... `-;`.-'
......`)( ... , para aromatizar
....... || _.-'|
........|| \_,/o teu Final de Semana...
........|| .*´¨)
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` *
*´¨) мιℓ вєιנoѕ♥*♥
¸.•´¸.•*... ¸.•*¨)
(¸.•´ (¸.•` **♥*♥

Paulo Mello disse...

Muito boa essa postagem tua, amiga. É sempre necessário estarmos a lembrar as barbaridades que são cometidas e que, muitas vezes não são penalizadas.

É inominável o que se pratica em nome da discriminação racial, e condenável qualquer tipo de segregação entre os seres humanos.

Deixo-te um abraço e votos de um final de semana de alegria e paz.

rui disse...

Olá Paola

A descriminação é ainda, nos dias de hoje e, para nossa vergonha uma grande realidade!
Terá de ser combatida, até ser completamente irradiada.

Que tenhas um lindo fim-de-semana
Beijinho pra ti, Paola

Fabiana Borges disse...

o quanto é importante pensarmos mais sobre isso não é? ...parece q rastejamos mesmo...não aprendemos nda! mas há tempo..smpre!

Fabiana Borges disse...

meu protesto, vc sumiu! :(

célia musilli disse...

desta data, mas consciência nunca é demais.. um beijão

Citadinokane disse...

Paola,
Consegui furar o bloqueio da blogosfera e li tantas coisas belas aqui, muito bom entrar e sentar no chão e revirar todas as tuas coisas... rsrsrs...
Abraços,
Pedro