O homem




O homem vive de migalhas.
Oferta migalhas.
Quererás migalhas.
Quireras para comer com ‘suan’ de porco,
Restos nojentos,
Risos cardíacos,
Doces nefastos.
Vida injusta que recebo,
Vida podre dos que nada me ofertam.

O homem cultiva dor e desamor,
Pensando o contrário,
Pobre está.
O homem cria desilusão,
Malfeitorias faz.
O homem não caminha, pois,
A caminhada só é justa,
Quando se faz dela sua principal meta.
O homem joga sua meta na sarjeta,
Matando todas as justiças,
Tornando-as injustas.


Paola Vannucci
27/03/2009

Comentários

Belíssima linguagem poética: Somos humanos e nossa "humanidade" reside exatamente em nosssas "demandas emocionais" - em nossa necessidade de ter alguém sempre por perto... Suplicamos por migalhas cotidianas... Desejamos o olhar do outro, pois é esse olhar, por mais frio que seja, que nos faz verdadeiramente "gente viva"...
Philip Rangel disse…
Muito verdadeiro mesmo
Jane disse…
Querida Paola, como sempre suas poesias são muito boas, pois nos levam a alguma reflexão, continue assim, amiga: verdadeira , poética e justa em tudo que faz. Beijos
Jane Peralva
Menina do Rio disse…
O homem na sua imperfeição caminha para a auto destruição.
Perfeito, Paola! Grande!

Um beijinho pra ti, querida
Olá amiga! Sempre usa a razão e a emoção para escrever seus textos.
Parabéns! Beijos!
.________querida Paola



"O homem"


"O homem joga sua meta na sarjeta,
Matando todas as justiças,
Tornando-as injustas".


______a realidade nas tuas palavras





_____________///





beijO_____ternO
boa semana
Ana Paula disse…
Também gostei de conhecer o seu espaço!

Um beijinho, Paola :)
Sr. Sete disse…
nem sempre injusta, hã...
Harold disse…
Paola!
Migalhas são temas belos apra letras de samba-canção. Mas, infelizmente, há muito de migalhas pela vida. Há pessoas sofrendo e recebendo migalhas de solidariedade. Isso é horrível!
Espero que um dia, toda vez que as migalhas forem citadas, que sejam só para caberem num contextod e arte e não da vida.
Beijos!!!!
Anônimo disse…
HIPER__paola,


....continuo otimista nas possibilidades do homem, que renascer todos os dias na sua luta cotidiana por pão, tesão e autogestão!

tavares
Anônimo disse…
verdade paola é a auto destruição do homem que esta fazendo que o mundo anda assim! É o hmem mexendo na anatureza se auto destruindo com a droga e vai por ai um grande abraço Paola.

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

O preço da honestidade