Poesia 2009




Quando escrevo,
Escrevo para todos.
Quando choro,
Ninguém me lê,
Nem sabe ao menos o que se passa comigo.
O Poeta age assim,
Escreve alegrias, desgostos,
Imensidão, sonhos,
Escreve o que vive.
Mas pena que a humanidade o desumanizou.
Onde estão os verdadeiros poetas?
Nas covas já têm milhares deles,
Venerados e honrados que decifraram os sentimentos,
Ainda copiados.
Poetas da vida que
Trilham as palavras,
Poetas da depressão,
Para não morrerem escrevem sua dor.
Depressão?
Palavra moderna para o sentimento de dor,
Tortura e morte daqueles que se acovardam da vida.
Poetas urbanos que
Nas metrópoles mostram seus rostos.
Somos amantes da vida, saboreamos vida,
Seres alegres.
Diante do caos das águas erguidas
Somos as vertentes da POESIA!


Paola Vannucci
14/03/2009

Comentários

L. Rafael Nolli disse…
Olá, Paola! Um ótimo poema para celebrar o dia da poesia! Muito bom! Abraços!
Parabéns pelo dia da poesia!
Ótimos versos. O poeta e sua obra, muitas vezes não são reconhecidos.
Beijos amiga!
Raphael Antunes disse…
alguem me disse um dia q o poeta é na verdade um grande mentiroso. se feliz esta descreve a angustia, se esta na depressao descreve a mais linda alegria de se viver. acredito que as vezes escreve de fato o q sente, a verdade. gostei muito do poema. nao sei se me enquadro nessa vertente de ser alegre ante o caos proprio. acho que o dia de hoje nos pegou pra escrever sobre a trizteza né paola...rs, bjs amiga, vc ta sempre de parabens...
Poesia linda, poeta linda... parabéns sempre, viu!
Beijos empre também!
Antônio José
Daniel Aladiah disse…
Querida Paola
Não sabia que era o dia da poesia, mas acertamos nas homenagens, que estendo até ti.
Um beijo
Daniel
Valmon disse…
Paola! eu simplesmente fiquei super emocionado com a beleza poética associada a música e seu cenário. Realmente uma maravilha.
Parabéns... bjs...
Parabéns Paola...
Um brinde a aquela que nos une: A POESIA.
Belo poema...
Abraço!!!
Anônimo disse…
não fique triste,
pois, também,
é minha
a sua dor!

alegres ou tristes
partilhamos o
sabor/ saber
de estar
vivo!

el__brujo
Harold disse…
Oi Paola!
LI seu texto. Acho que entendo seu sentimento. A alegria é um valor imenso. Porém,do ponto de vista da arte, a tristeza é algo mais sublime. Fico com a impressão de que a alegria é para ser loucamente vivida enquanto a tristeza precisa ser transformada em arte para poder ter valor. Nesse sentido,são geniais as letras com jeito de poemas que apreciamos no blues e no samba-canção.
Ainda, em tempo: obrigado pelo votos enviados. Que o dia da poesia e do9(a)poeta seja sempre uma eterna verdade em sua vida.
Beijos e versos!!!!
Sr. Sete disse…
Vertentes da poesia...
Jo disse…
A poesia está dentro de ti, que pena tenho de também não ser poeta, mas nem um verso de péquebrado sou capaz de escrever
Patty (PPM) disse…
Oi Paola! Gostei muito do post, linda mesmo! Você como sempre arrasando nos poemas hein? (rsss)Também tenho um novo lá no VENTURAS..., quando puder me faça uma visitinha ok? Bjos e continue brilhando!
Poesias disse…
Somos vertentes da Poesia! Lindo...amei
Parabéns amiga...seu blog está encantador...bjus no coração
Jane Rossi
celso lacerda disse…
querida Paola.
Gostei muito das suas poesias elas realmente vem da alma. Parabens! continue mostrando essa riqueza que está dentro de vc.
Beijos
Celso Lacerda - Bahia
Anônimo disse…
Paola

muito bom poema

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

A Cor que Chama Sua Atenção