domingo, outubro 22, 2006

Pessoal, peço desculpas a todos mas esta semana não tive espaço mental a produzir nada.
Darei um descanso por mais um tempo.........
Mas deixo vc todos com uma letra incrível,
Vander Lee
beijos a todos
Paola
Do BrasilVander Lee
Composição: Indisponível
Falar do Brasil sem ouvir o sertão
É como estar cego em pleno clarão
Olhar o Brasil e não ver o sertão
É como negar o queijo com a faca na mão
Esse gigante em movimento
Movido a tijolo e cimento
Precisa de arroz com feijão
Que tenha comida na mesa
Que agradeça sempre a grandeza
De cada pedaço de pão
Agradeça a Clemente
Que leva a semente
Em seu embornal
Zezé e o penoso balé
De pisar no cacau
Maria que amanhece o dia
Lá no milharal
Joana que ama na cama do canavial
João que carrega
A esperança em seu caminhão
Pra capital
Lembrar do Brasil sem pensar no sertão
É como negar o alicerce de uma construção
Amar o Brasil sem louvar o sertão
É dar o tiro no escuroErrar no futuro
Da nossa nação.
Esse gigante em movimento
Movido a tijolo e cimento
Precisa de arroz com feijão
Que tenha comida na mesa
Que agradeça sempre a grandeza
De cada pedaço de pão
Agradeça a Tião
Que conduz a boiada do pasto ao brotão
Quitéria que come miséria
Quando não chove no chão
Pereira que grita na feira
O valor do pregão
Zé coco, viola, rabeca, folia e canção
Zé coco, viola, rabeca, folia e canção
Amar o Brasil é fazer
Do sertão a capital...

6 comentários:

Adryka disse...

Querida amiga, beijinhos e que sejas muito feliz, és linda.

Daniel Aladiah disse...

Querida Paola
Não andamos perdidos... :) Talvez ocupados.
Um beijo
Daniel

Fabiana Borges disse...

amo Vander Lee
...
ei, some não!

Navi Leinad disse...

A letra é ótima mesmo!

Mily disse...

Minha doce amiga, também ando numa correria danada, sem tempo pra nada.

Qualquer coisa, lembre-se, estou por aqui, e se precisar, mande e-mail, meu anjo. Pra você sempre vou encontrar um tempinho.

Beijos nas pequerruchas e um abraço pra você do tamanho do mundo, para te enlaçar e te dar força, para te acarinhar e dizer o tanto que gosto de ti, amiga querida.

rui disse...

Oi...Paola
O texto é lindo.
Adorei
Fica bem
Bj