22 Anos!!



Remeto-me ao silêncio e a observação.
Remeto-me ao desejo da conquista e do seguimento.
Remeto-me ao brilho da luz que me proporcionara.

Tudo se transforma...
Ao meu pai, mais uma vez dedico estas palavras.
Pois no silêncio que faz todo sentido e nota a diferença vivida com a experiência.
Calei-me várias vezes para escutar sua voz, mas você partira numa vida turbinada e honrada. Vida louca, pois você tinha de mostrar quem era de verdade, sucunbiu-se pela dor e pela doença da qual jamais pode curar.
Por isso Pai hoje permaneço no silêncio e coloco aqui um pouco de suas palavras e apenas tenho a agradecer o tempo que vivi ao seu lado aprendendo todos os seus ensinamentos.
A maior lição que aprendi com meu Pai é de continuar e persistir, jamais desistir procurando sempre o Amor e a Doação!

Sua filha Paola

26 de setembro de 1971
Silêncio

Tudo é de relativa beleza.
Tudo é plena calma.
É no silêncio desta cela
Em plena madrugada
Que consigo pensar
No que dar, como amar...
É que consigo escrever
E pensar no futuro.

Érico Vannucci Mendes

O poeta é, antes de tudo, ousado — ‘ora direis, ouvir entre eles’ — é intrépido
além de criados — ‘por mares nunca dantes navegados’ — e, corajoso, leva a cabo a
decisão — ‘lá sou amigo do rei’ — comunica-se... decididamente não devo ser um
deles.

Érico Vannucci Mendes
13 de maio de 1986

Deixo estas Palavras.

Paola Vannucci
13/09/2008



Comentários

Entendo e respeito!!!!!!Por que a arte de escutar é tão difícil? A todo o momento uma voz atrás da outra formaliza o contato querendo que nossos caminhos sejam lucidos e claros ,mas novamente o nosso ouvido barra a informação e assim seguimos a nossa canção a nosso modo. Por quê? Isto se chama necessidade de errar para aprender na estrada esburacada da vida , mas em alguns momentos a reflexão chega e devemos ficar em silencio para recordar com alegria que aquela voz do passado está ativa hoje... "Quando surge um super heroi" é a voz que nunca tive e por isso dedico este texto a você nobre amiga ... fica com DEUS e assim entendo e respeito o seu momento importante ...
Dea disse…
Oi prima...
Muita coisa agora faz tanto sentido... suas palavras são exatamente o que melhor se encaixa para o dia de hj... silêncio... essa tb é a minha oração...
"LEMBRANÇAS"!!!!!!O que seria do nosso ser sem elas. Algumas boas outras ruins, mas de qualquer forma LEMBRANÇAS.Qdo escrevi "a obra de um pedreiro" chorei por semanas a ler e lembrar , qdo escrevi "qdo surge um super heroi" de madrugada uma unica gota surgiu a despertar o dia a chegar. A tudo isto digo o seguinte: "FAMILIA" independente como seja nossos pais e avós é bom lembrar para se caminhar firme aprendendo. Vi o link e não me aguentei as lagrimas vieram de felicidade por saber q existe em mais um lugar do nosso país uma mulher seguindo e lembrando do "PASSADO VIVO" q digo na entrevista.MEUS PARABENS E SEMPRE SE ORGULHE DE SEU PAI , POIS NAO TIVE ESTE PRIVILEGIO , MAS NEM POR ISSO NO ULTIMO DIA EM QUE ESTIVEMOS JUNTOS EU DEIXEI DE DIZER " VOCE É MEU PAI E NAO MEU AMIGO "...
Harold disse…
Érico!
Não nos conhecemos. Mas se isto tivesse acontecido, certamente, andaríamos pelas mesmas ruas, beberíamos nos mesmos bares e, com certeza, teríamos muitos amigos em comum.
Sem dúvida, eu ouviria as suas palavras com respeito. Sempre olhei com respeito às pessoas que se opuseram à ditadura brasileira; que, em nome da liberdade, foram até privadas da liberdade física e ficaram expostos à sanha dos torturadores psicopatas e imbecis.
Gente como você sempre mereceu meu respeito. Vai continuar a merecer.
Tudo de bom na sua vida eterna e bela sempre!!!!
Querida amiga! Me emocionei ao ler suas palavras e os versos de seu saudoso Pai.Como guardo também as preciosas lições que o meu me deixou. Onde quer que seu Pai esteja, tenha a certeza que está muito orgulhoso de você.
Um beijo carinhoso, Neneca!
Daniel Aladiah disse…
Perdoa a ausência, Paola, mas tenderá a agravar-se...
Bela homenagem!
Um beijo
Daniel
Anônimo disse…
Olá´Paola li o texto que escreveste para o seu pai muito lindo, ele com certeza esta muito orgulhoso de você pela filha que es e pela mulher e mãe beijo no seu coração.
Celso.

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

O preço da honestidade