Ciclos - 7 de setembro



Mais um ciclo se fecha com mais este 7 de setembro, e pouco se vê nas escolas a questão da tão sonhada educação.
Não quero ser redundante, mas é sempre bom um alerta para que possamos pensar. Este ano é ano elitoral e mais uma vez ano de inovações ou seja, para quem deseja inovar diga-se de passagem.
Todos reclamam que sempre se têm as mesmas pessoas no poder, mas se não tivermos escolhas novas, como saberemos se os mesmos não sabotaram tais eventos?
Neste 7 de setembro façamos agir o nosso espirito político e vamos botar a boca a tremer o palanque, colocaremos pessoas com idéias e ideais políticos a tona, pessoas que com caráter nos façam das nossas vidas um leito de prazer, ao invés de desgosto e nojo por nosso país.
Nosssas criancinhas estão crescendo num país onde o Rei ainda é Pelé e a politica ainda é mercenária. Crianças crescem divididas entre o ideal e o sonho acobertado, muitos pais se esquecem que crescer brincando é mais divertido do que a cobrança que assistida dos adultos acaba sendo uma tortura e uma grande falha no desenvolvimento mental de cada uma delas.

# Fulano tem que trabalhar, mas perdeu o emprego e a mãe salvadora da familia mendiga o pao na fila do emprego.
# Fulana tem que largar o filho na creche, para poder sustentar as bocas carentes daquele pai que sumiu no mundo a procura de livre vida sem aborrecimentos.

Criança já é cobrada desde cedo. Cresce sem civilidade e foge da escola, para brincar de viver nas ruas da amargura. Criança sofre desde cedo.
Mas o sol ainda brilha, pos este ano o ciclo se fecha e mais um 7 de setembro, posso com minhas forças ao menos mudar a cabeça de uma menininha triste.
É pena saber do ciclo da raça humana, em retornar e repetir a mesma história com personagens diferentes e nada divergentes. Tema polêmico para nossas criancinhas que não sabem nem o dia da Pátria do nosso país.

Repito as palavras do ano passado:

NOSSOS FILHOS PRECISAM DE EDUCAÇÃO, ORDEM, PROGRESSO E RESPEITO!
Paola Vannucci
07/09/2008

Comentários

Anna Ciber Red disse…
Paola

mais uma vez ( ciclos?) vc faz uma síntese da situação nada patriótica-caótica em que vivemos.
Até quando mais uma geração viverá assim?

Tremer nos palanques
política digna
agir de fato
ética.

besos
Ana Perissé
Parabéns amiga pelo texto!
Temos que fazer a nossa parte, neste ano de eleições,mostrando para aqueles que tivermos acesso, que precisamos de mudanças. Beijos!
Anônimo disse…
É, minha amiga, você disse uma verdade, mas o que podemos esperar de um povo que se vende por cem tijolos, por ruas asfaltadas, justamente na época das eleições? O que esperar se o próprio povo, não sabe escolher e continua colocando os mesmos lá, no poder? Enquanto não tivermos consciência política, teremos sempre a mesma cena, a mesma história, os mesmos personagens no poder. Beijos.
Jane Peralva
enten katsudatsu disse…
detesto essa frase ORDEM E PROGRESSO que tiraram do positivismo do Comte.

Seu texto é pertinente. Falta, falta e falta ainda EDUCAÇÃO de verdade e não essa bandaleira.

Muito bom.

Ótima semana e abração.

Cássio Amaral.
Harold disse…
Paola!
Concordo com você. Nosso país precisa aprender a respeitar e a amar os seus filhos.
Tudo de bom sempre!
Harold disse…
Gosto do trabalho de Steve Vai, o guitarrista do clipe. Mas discordo da frase final. Apesar de muitos de nós se co mportarem como animais, AINDA, somos seres humanos. Procuramos melhorar nossa humanidade.
Beijos e vida!
Fabiana Borges disse…
..pois é, um país onde o rei ainda é o pelé , tem alguma coisa errada...hehehe...

bjos querida sumida,rs

espero que esteja bem!
Dora Dimolitsas disse…
Paola querida
é verdade seu texto
é realmente um apelo aos homens que podem e devem
fazer um bom trabalho politico
o quel foram eleitos
parabéns abraços Dora
Anônimo disse…
Olá Paola muita coisa neste pais ainda precisa mudar concordo com que você escreveu e com suas palavras belo texto.
Celso.

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

A Cor que Chama Sua Atenção