Dia das crianças!!!





12 de outubro é dia de ser feliz, dia de nos tornarmos crianças sem intenções e razões, dia de apenas viver o lúdico e brincarmos desinibidos.
Ah! Se fosse sempre assim!
Ah!
E minha filha apenas me pediu um abraço e um beijo bem apertatinho e carinhoso.
Consumismo.
Que droga de seres humanos que só visam o lado financeiro e o enriquecimento ilícito de poucos. Classe fajuta e dominante que serve para desbancar os que nada têm. Desbanca a alma e o desejo dos pobres que não sabem nem o que que é ter dinheiro, essa gente toda apenas quer um sorriso e um palhaço de circo para se divertirem.
A sociedade gira em torno do dinheiro se tem grana são felizes, se não tem é a desgraça geral acontecendo e atormentando sonhos. E todos investem cada vez mais altos valores monetários para que dobrem suas fortunas.
Neste final de semana estou trabalhando em um evento de uma Igreja Pentecostal, ‘filmando e fotografando’ o tal acontecimento... Vejo ali naquela Igreja que têm muitas criancinhas ao invés consumir prazeres, consomem sem entender nada toda a manifestação dos pais em redimir seus pecados e clamar a Deus o Salvador do mundo para que os limpem de todas as injustiças Mundanas. Clamam o amor de Jesus, está certo que sigamos certas crenças, mas a dominação desenfreada e a lavagem cerebral que ocorre dentro das Igrejas são mortais a olhos vistos. Encontramos verdadeiras guerras e matanças pelo mundo todo. Tem os os chamados de 'Cristãos evangelizadores que impõe o Evangelho de Cristo a povos e tribos pelo mundo, e claro, as pessoas se sentem lesadas e vão querer de alguma forma protestar, e muitas vezes violentamente àquela invasão cerebral a qual ninguém pediu permissão de entrarem em seus lares para impor o que quer que seja. E ainda mais, esses 'evangelizadores' os chamam de fanáticos! Um verdadeiro absurdo... Onde está o Livre Arbítrio? Crianças
não podem assistir certos ‘filmes’, colecionar ‘cartinhas’, ‘jogar games’, brincar de certas brincadeiras. Devem-se apenas seguir tais mandamentos exigidos pelos homens que as doutrinam ainda dentro do ventre materno. Ali se têm criança que consome a Cristo desde pequenas, ali têm crianças pregadoras da palavra, ali têm crianças que despencam de sono, pois o adiantar das horas é evidente, ali têm crianças que apenas querem sonhos e desejam a liberdade de expressão, ali têm crianças consumidoras dos frutos que produzem o bem a quem?
Bem é muito relativo falar em consumir, aonde uma das pregadoras chegara tarde, pois ela é ‘dona’ de uma loja de comércio que vende produtos mundanos e a noite freqüenta a Igreja se contradizendo totalmente.
O homem vai aos poucos perdendo seus valores, levantando Igrejas, templos, e poucos grupos ali e ali, que pensando em construir o bem visando o lucro esbanjador que massacram os que nada tem.
Ora, o bem a quem? Apenas a si próprio. Sou ainda do pensamento que para se produzir o bem, devemos nos doar ao próximo corpo-a-corpo. Vou repetir novamente: Se cada pessoa doar-se apenas 1% do que tem o mundo seria sem fronteiras e mais humano, não teria tantas desgraças acontecendo aqui e ali. Nego roubando apenas para comer um pedaço de pão, nego pedindo apenas um sorriso. Pobres crianças cada vez mais faveladas sem água pura a beber.
Consumismo, consciência torta de poucos, enriquecimento ilícito de outros tantos que se validam da inocência de muitos.
Minha filha continua me pedindo um abraço e um beijo...


Paola Vannucci
12 – 10 – 2008

Comentários

tibeu disse…
O dia da crianças por estes lados é dia 1 de Junho. Feliz dia da criança, vamos sempre sempre crianças. bj
Olá amiga. Belo texto e feito com muita consciência. Infelizmente o Ter vale ainda mais que o Ser.
Parabéns amiga! Beijos!
Anônimo disse…
a mão pesada da autoridade coercitiva está por todos os cantos gerando crises e medos reais e/ ou imaginários. E de cada canto ouve-se o silêncio melancólico dos pequenos, e também dos graúdos que se transformaram em seres desprovidos de rebeldias transformadoras....

faço minhas as palavras de um anarquista espanhol, lá do início do século passado, que apostou na educação anti-autoritária dos liceus libertários como princípio transformador de mentes e corpos reprimidos pelas verdades dogmáticas do pecado original:

Ricardo Mella (Accion Libertaria, nº. 5, Gijón, 16 de Dezembro de 1910) :

“Se não temos o direito de sugerir, de impor às crianças um dogma religioso
qualquer, também não temos o de induzi-las a uma opinião política, um ideal
social, econômico e filosófico".

ass.: el__brujo
Leila Andrade disse…
Essas reflexões são sempre válidas e oportunas,Paola.

Beijo e boa semana.
Otacilio disse…
Valeu... Bjs! E feliz (atrasado) dia das crianças!
Anônimo disse…
Querida amiga, Paola, não me surpreendi ao ler tão inteligente texto, pois só podia ser uma pessoa com esta cabeça maravilhosa, para escrever algo como o que você postou aqui e, muito menos, me surpreendi que seus frutos, tenham tão bela formação. Ao pedirem, apenas um abraço e um beijo, demonstram os belos valores que você, tão grandemente, passou para eles. Para os meus filhos, este dia, também é como outro qualquer, pois o que eles querem é o nosso amor. Um beijo.
Jane Peralva.
Anônimo disse…
DE NELSON PARA PAOLA .
VC TEM UM ESTILO ATIVISTA, UM POUCO
DE ANARQUISMO EM SEUS POEMAS.
MUITO BONS ELES.
BJ QUERIDA E MUITA SORTE NO PREMIO H. KOLODI
“Tu não és o pequeno frasco do perfume com essência de egoísmo, mas sim tu és o jarro de barro que da água pro povo sedento crescer” JRA ( o poeta da verdade)”...salmo 79!!!!!!

Que bomba!!!!!!Mas é fato e deve ser escrito , continue firme nobre amiga...Fica com DEUS!
Anônimo disse…
Valeu paola muito bom seu texto sobre o dia das crianças infelismentetudo hoje tudo é comercio e visa o lucro o capitalismo.
Um grande abraço.
Celso.
Desde que perdemos uma certa pureza, tão característica de nossa infância, parece que não sabemos mais o caminho de volta.

Beijos, Paola!
Daniel Aladiah disse…
As crianças são o futuro, cuidemos bem dele...
Um beijo
Daniel
Dea disse…
querida Paola...
desconfiava que suas meninas teriam este comportamento diante de datas convencionadas pela sociedade... gostei muito de sua reflexão... outra data que incomoda é o o CARNAVAL, obrigação de sorrir, pular, ser feliz... ando pensando no NATAL ultimamente... acho que não quero mais algumas obrigações com esta data... como faço???
ainda bem que vim de mãos abanando ...posso aplaudir a vontade rsrsrs
Anônimo disse…
Olá amiga, seu blog esta lindo cheio de verdades que o mundo pressiza ler Um abraço Eliza Gregio
Ribeiro Halves disse…
A criança interior
inscrita na carne...
os prazeres pequenos
de tão grandes;
a alegria simples
das pessoas sem frescura;
o copo de água
e a fruta madura;
o doce beijo,
o abraço da verdade...

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

A Cor que Chama Sua Atenção