quinta-feira, agosto 10, 2006

EVM

O Prêmio Érico Vannucci Mendes foi instituído em março de 1988 pela mãe de Érico, Marta Vannucci, após seu falecimento em 1986, aos 42 anos, com o objetivo de dar continuidade ao seu trabalho em favor da cultura nacional e estimular e incentivar os pesquisadores a seguirem o caminho da pesquisa científica.
Estudioso da cultura brasileira, Érico Vannucci nasceu em São Paulo em 1944 e foi elemento atuante nos movimentos culturais do país. O Prêmio em sua homenagem é considerado um estímulo aos pesquisadores que seguem o mesmo caminho. Ele também foi diretor do Grupo Teatral Negro (GTN) e do Museu Lasar Segall.
Por vezes, além do agraciado, são escolhidos alguns destaques do ano que, segundo a comissão julgadora, merece um reconhecimento especial. Entre os premiados ao longo de todos esses anos, estão estudiosos e pesquisadores que realizaram trabalhos importantes sobre cultura indígena, cultura popular urbana, folclore brasileiro, cultura regional, afro-brasileira, entre outros.

VENCEDOR DO PREMIO ESTE ANO


O baiano Vilson Caetano de Sousa Júnior foi o ganhador do Prêmio Érico Vannucci Mendes, edição de 2006. O jovem pesquisador da área de Antropologia das Populações Afro-Brasileiras apresentou dois livros: Nagô – A nação de ancestrais itinerantes, publicado em 2005, e Orixás – Santos e Festas, publicado em 2003, e foi agraciado com o primeiro lugar entre 32 trabalhos inscritos.

Segundo a Comissão Julgadora, Vilson Caetano apresentou um trabalho muito bonito que recupera a história através do sincretismo de autores como Roger Bastide e Edson Carneiro para analisar festas, santos, orixás e o candomblé. “Uma pessoa muito jovem com um currículo de grande pesquisador, que cumpriu com os objetivos do prêmio, mantendo seriedade no tratamento dado sobre a temática trabalhada”, completa Alzira Alves de Abreu, presidente da Comissão.
O Prêmio Érico Vannucci Mendes é uma parceria entre Marta Vannucci, mãe do pesquisador Érico Vannucci, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC). Instituído em 1988, o prêmio tem o objetivo de estimular o estudo da cultura brasileira em todos os seus aspectos, promovendo a valorização e a conservação dos conhecimentos já tradicionais e os que vêm sendo incorporados ao longo do tempo, assim dando continuidade ao trabalho do pesquisador Vannucci.

4 comentários:

Filipe Freitas disse...

Paola: Agradeço do coração ter linkado o meu blog http://praiadaclaridade.blogs.sapo.pt/ (mas este só tem 2 post's ... ainda está em construção....
Também tenho outro na mesma situação, em contrução, só com 2 post's: http://praiadaclaridade.blogspot.com/
Mas, como sabe, o meu blog principal, com quase 800 post's, é http://topazio1950.blogs.sapo.pt/
Não tenho aparecido muito no computador porque está sempre muito quente aqui nesta sala, com temperaturas superiores a 30 graus...
Praticamente só tenho feito o blog.
Por isso, peço desculpa, mas não me esqueci de você !...
E sei que me tem enviado mail's para o meu Gmail !!!
Beijos.
Filipe Freitas

Cida Meira disse...

Fantástica a sua família Vannucci!! q ótima contribuição a nossa cultura!!

Excelente texto! Parabéns Paola!!

abcs.

Fabiana Borges disse...

beijos querida...ótimo final de semana.
Bom ficar por dentro de coisas sobre as quais não sabia , vindo aqui....e ao mesmo tempo me amocionar com outras como o post abaixo :)

bjão!

João Matsumoto disse...

Oi paolinha eu tbém tenho um enorme carinho pela sua iluminada pessoa. Adorei, amei este post, esta divulgação. Essas memórias. Muito lindo de sua parte!!
Parabéns!!! Bjitos!!!