domingo, maio 18, 2008

MEU CORPO É SEU!!




ESTE POEMA É UMA REPETIÇÃO QUE CABE EXATAMENTE NO QUE VIVO E SINTO.
O TEMPO VOLTA, INSISTE E NÃO RESISTE,
A DISTÂNCIA É UMA TORMENTA E PERSISTE. UMA NOVA ADAPTAÇÃO!




MEU CORPO É SEU!!!


Penso na emoção de reencontrá-lo
Penso na relva triste transformada em sonho
Realidade, vontade, desejo, furor da alma.
Naquele dia nossos corpos uniram-se como nunca
Senti-me a mais feliz das mulheres
Senti-me uma rainha sendo conduzida por um rei
Senti o parar no tempo
Penso na pele macia que me restara acariciar
Penso nos encontros dos olhares
Penso na boca molhada e no perfume do desejo
Penso no roçar de nossos órgãos
Penso mais uma vez que valera a pena
Estou feliz e realizada
Sublime desejo que me tomou conta por vários anos
Penso na sincronia dos nossos pensamentos
Mas finalmente o encontrei, entreguei-me.
O encontrei e o dominei a um sonho absoluto.
Penso no enlace dos braços, com leves apertos dos nós.
Penso nas mordidinhas que me sugeriam prender-me calada
Realidade, vontade, meu corpo pede...
Meu corpo toca
Meu corpo é seu
Penso no dia em que nos unimos
Meu corpo é seu...
E você foi,
Foi numa nuvem simples de outono.
Você foi,
Restam-me as...

Boas e largas lembranças
Guardadas comigo.
Resta-me mais este segredo!


Pensando no meu grande amor que veio aqui me ver......


Paola vannucci
07/05/06

5 comentários:

Menina do Rio disse...

O fim de um amor é a morte temporária dos sonhos, a negação dos desejos e o sentimento de perda que se estende por um longo tempo, até que a vida nos resgate com um novo amanhecer, onde o sol brilhará de novo na alma...

Só quem ama sabe a dor que tem no peito!

Um beijinho pra ti querida

Navi Leinad disse...

Quanta intensidade, hein?!

Neneca Barbosa - Um ser humano em evolução! disse...

Olá menina!
O amor é a alma da vida.
Quando existe afinidade, há uma sincronia entre os dois corpos.
Parabéns!
Beijos!

Mell disse...

linda poesia querida amei..
bijinhus em seu coração

Mell

Harold disse...

Muito bonito esse texto.
Parabéns!