domingo, julho 30, 2006

As palavras deixadas por emails, cartas e anotadas na voz do vento,
são as que exprimem minha falta
as palavras que não queres dizer são as que sinto com muito carinho, mas me resta pesar a distância que cada vez mais me assola que me consola com um simples suspirar depois de chorar a sua ausência
não!

eu não o tive, mas o sinto, sinto no presente e constante pensamento, sinto e me faço a mulher amada em meu sonho,
sinto e sei que em seu sonho fora designado a mim
seu perfume chegou aqui...

seu toque profundo e voraz me eternesceu para que nunca me fizesse esquecer da noite que nao tive...
aquela noite você não se deitou comigo....
meu deus restam-me os sonhos para deizer que o amo....
restam-me as palvras anotadas e documentadas para depois da minha morte, perceberem meu sofrimento...
As palavras aqui ditas, devem se levar em consideração, pois aqui jás uma alma sofrida e desesperada por alguém que possa me amar e me compreender....

PAOLA VANNUCCI

13 comentários:

Drika disse...

Olá, minha querida....aproveito o domingo para ler e fazer coisitas que gosto...uma delas é estar aqui.
Beijos no seu coração...
drika

Fátima disse...

Olá, Paola
Estamos sumidas!
Vim me embalar na sua "dança das palavras".
Abraços

Love Star disse...

Amei , lindo , lindo,

meu anjo vc estava insoirada hein....

uahu
cada palavra, cada sentimento expresso nesse texto, me fizeram pensar bastante na minha vida, não entendo o porque está assim, mas adorei...
Isso suspirou triste mas tao perfeito, cumplice e amante que me fizeram sonhar....

Bjssssssssssss


Amo-te demais....

Wysla

Claudio R. disse...

Muito forte, um lisonjeio a quem inspirou ou foi dedicado.

ConchitaMachado disse...

Estimada Paola:
Lindo este Poema!
Verdadeiramente
compreendido com o coração...

Linda semana
Beijo terno
ConchitaMachado

Daniel Aladiah disse...

Querida Paola
Tens quem te ame, mas eu percebo que há amores que não chegam...
Um beijo
Daniel

rubo jünger medina disse...

Gostei, Paola! Uma deliciosa saudade que se sente, que nos deixa feliz por senti-la, que não faz mal em sentir. Vocês, poetas, sabem arrancar sentimentos do coração da gente... rs.
Beijos.

rubo jünger medina disse...

Minha querida, fazia tempo que tentava entrar no seu blog, mas não sei porque, não conseguia. Engraçado, isto já ocorreu com outros blogs. Ainda bem que vc apareceu. Vou colocar o blog como favorito. Vai facilitar as coisas.
Obrigada pelo interesse na minissérie Dulcinéia, que se bobear, corto o mini... rs
Beijos!

Fabiana Borges disse...

Gostei do final...acho q tbm ando desesperada por isso.rs.:)
bjos e bom dia querida.

Luisa disse...

Que bonito texto, cheio de força e amargura, por um amor impossível!

Anônimo disse...

Lindo...amei sua casa ...bem sonoro..bom gosto...bela cor ..e doces palavras ..

parabens

Re

Anônimo disse...

Querida

DEixe seu email ou me escreva ...melhor assim..nào sei seu email

beijos

Reinaldo

www.beloarlequim.blog.uol.com.br

Adryka disse...

Quem sabe se não está mesmo aí ao teu lado a pessoa disponível para te amar como precisas e desejas. Beijinhos amiga