Fartei-me!!

Como as folhas de outono
Meu amor se foi,
Mas surgiu a amizade e meu pesar
Estou aflita por dentro
Estou atônica sem direção
As lágrimas correm a face aveludada e meiga
Doce amor que me abala
Amado amor que me fez esperar, mas...
Por fim me deixar
Sem chão fiquei e atordôo meus sentidos
Hoje, sou a desencorajada do amor.
Sou a triste que luta por vitória
Sou a perplexa que perdera a coragem
Sou a desesperada que grita por alguém
Mas... Não tenho resposta e calo-me
Tudo fora em vão
Anos de busca
Anos em vão
Sou a carente de um colo
Preciso de colo
Sou a noite negra
Quando a música parou
Simplesmente riscou...
Estou farta
Prefiro ficar muda
Prefiro esquecer...
Fartei-me...


PAOLA VANNUCCI

Comentários

Ana disse…
Amiga, linda sua poesia, amei..de coração.Bjos...

LINDUXINHAAAAAAAA
___♡_♡_♡_♡______♡_♡_♡_
_♡__Quando__♡___♡_o amor é♡
♡sincero ele vem_♡_com grandes♡
♡ amigos,quando_ ♡_ a amizade é♡
♡ concreta ela é cheia de amor e_♡
_♡carinho.Quando se tem amigos♡
__♡ como voce ambos os senti_♡
____♡ mentos coexistem aqui♡
______♡ _dentro do meu_ ♡
________♡__coração__♡
___________♡bjos!♡
_____________♡♡OTIMO FDS
Fique na Paz!!!
Ana disse…
Coninue sempre assim. Vc é um doce de pessoa.
Anônimo disse…
Amiga lindo poema...
Muito axê...
Carmen Amorim
Philip Rangel disse…
Oi Paolinha falei q vinha...que isso q mensagem linda....
vc como sempre.....
parabens seu blog ta lindoooooooooooooo
Mily disse…
Minha doce amiga... um belo poema! Você bem sabe que é a partir dessa perplexidade, desse não acreditar que enfim aconteceu o que tanto se temia... que um leque de possibilidades se abrem como um convite para um não parar, um não se deixar subjugar pela dor. Difícil isso? Sim, como todo primeiro passo que se tem de dar, como todo primeiro olhar que se tem de volver para o alto, como todo gesto que se tem de fazer num estender de mãos... mas necessário! Até mesmo para que a auto-valorização se processe de uma forma que nos mostre o quanto somos importantes para nós mesmos.

Um belo e sentido poema, não é mesmo? Como bela é a vida se nos dispusermos a garimpar nela as pérolas que alguém, um dia, colocou em nossos caminhos.

Menina linda, menina doce, amiga querida... tem recadinho pra você lá naquele cantinho gostoso que nós duas gostamos de ficar... lá no paraíso do nosso Joãozinho amado! Vai lá... vai!

Segue email pra ti e para as minhas pequerruchas... com o amor de sempre!

Deixei sorrisos para o nosso Matsumoto, e trouxe flores para ti. Os beijos... ah, sua curiosa, não vou dizer para quem os darei... rss.

Bom domingo, boa semana, bom TUDO na tua vida, minha linda!
Caracolinha disse…
Querida, só eu nunca me farto, daquilo que connosco partilhas ...

Beijoca encaracolada e encalorada ... :)
Daniel Aladiah disse…
Querida Paola
Sabes que te dou colo, mesmo aqui... Imagino o que despoletou tal texto... Pensa que o mundo é enorme, que existe tanta gente, logo não será natural ficarmos sós...
Um beijo
Daniel
Oi Paolitcha!!!!!! Mais uma obra prima sua!!! Assim como sou fã eterno dos poemas da Mily, sou eterno fã dos seus poemas. Vc verseja de uma maneira tão meiga e angelical, sempre flui sua sensibilidade feminina. Parabéns pelo talento, um dia vc me ensina e me da aulas por favor de como compor poemas!!!!
Bjinhusssssssss
ConchitaMachado disse…
Estimada Amiga:
Estou grata por suas Palavras...
Amei seu Poema!
"Um Amigo é um tesouro"...

Desejo muito Feliz fim de semana.
Beijoss Mil
ConchitaMachado
outr disse…
hdfhdfgd

Postagens mais visitadas deste blog

Homenagens aos pais - Minha formatura

Isadora Duncan (americana, 1878-1927 :: bailarina)

O preço da honestidade